O que é que experimentarei durante o procedimento?
Quando entra no aparelho luzes especiais podem ser ligadas para que seja assegurado o seu correcto posicionamento.
Alguns tipos de exame (como uma TAC dos Seios peri-nasais)) obrigam ao uso de apoios de cabeça especiais para manter a cabeça e o pescoço num alinhamento apropriado.
O doente e o técnico ou o Médico podem em qualquer altura conversar consigo através de um intercomunicador.
A Tac não causa dor embora possa condicionar algum desconforto pelo facto de ter de estar quieto. Se é injectado produto de contraste pode sentir algum calor durante a injecção. Pode também experimentar um sabor metálico na boca que dura 1 a 2 minutos. Ocasionalmente o doente pode desenvolver urticária durante algumas horas após a injecção, que pode ser aliviada por medicação. Uma vez que a Tac usa Radiação-X não deve ter ao seu lado nenhum amigo ou parente durante o exame.

Quem interpreta os resultados e como posso obtê-los?
Um neuro-radiologista que é um Médico com experiência em diagnóstico por Tac de outros exame radiológicos, analisará as imagens enviando um relatório assinado com a sua interpretação ao Médico que solicitou o exame, juntamente com as imagens.
O pessoal administrativo no consultório médico informará o doente de como obter os resultados. As novas tecnologias também permitem a distribuição de relatórios diagnósticos e imagens de referência através da Internet.

Como funciona o procedimento?
Ao contrário dos Raio-X convencionais que produzem imagens de sombras das estruturas do corpo humano de diferentes densidades, a TAC usa radiação-X de uma forma muito diferente.
Na TAC de Crânio numerosos feixes de Raio-X são passados através do crânio e encéfalo em ângulos diferentes e sensores especiais medem a quantidade da radiação absorvida pelos diferentes tecidos (e lesões tais como tumores).
Durante a emissão colimada da radiação X, os detectores rodam à volta do doente que está quieto, emitindo e gravando feixes de Raio-X.
Um programa de computadores especial usa então as diferenças na absorção de Raio-X para construir imagens tomográficas ou "fatias" da cabeça e encéfalo. Estas fatias são chamadas tomogramas por isso o nome de Tomografia Computorizada.

Como é efectuado o procedimento?
A TAC pode ser realizado num Hospital ou num Centro de Radiologia, mas deverá sempre, em qualquer dos casos, ser solicitado pelo seu Médico.
Ficará deitado, quieto, numa mesa que é guiada para o centro do aparelho. Alguns doentes necessitarão da injecção de um agente de contraste para melhor visualizar alguns tecidos ou vasos sanguíneos. Uma pequena agulha ligada a um cateter intra-venoso é posicionada numa veia da mão ou do braço.
Através deste sistema o agente de contraste será injectado.
Dependendo no número de imagens necessárias para um exame de TAC da cabeça e crânio este pode levar entre 10 a 45 minutos. Quando está completo o procedimento poder-lhe-á ser pedido que aguarde um pouco para ver se há necessidade de recolher mais imagens.

Quais são as limitações da Tac de Crânio?
Comparado às imagens por Ressonância Magnética Nuclear, detalhes precisos dos tecidos moles (incluindo algumas partes profundas do cérebro) são pior visualizadas nos exames por Tac. A Tac não tem sensibilidade para detectar inflamação das meninges- as membranas que recobrem o cérebro.